SÃO PAULO — 8 de fevereiro de 2013 — FICO(NYSE:FICO), líder mundial em análise preditiva e tecnologia de gerenciamento de decisões, divulgou os resultados de um estudo encomendado a Forrester Consulting para detectar o que as empresas têm feito para melhorar as interações com seus clientes. A pesquisa mostra como as companhias estão transformando o relacionamento com o cliente, mas constatou que ainda existem lacunas significativas na capacidade de compreender os comportamentos de consumo.

Para realizar a pesquisa foram consultados 266 executivos de empresas em Brasil, Canadá, China, Alemanha, Índia, Coréia do Sul, Reino Unido e Estados Unidos com pelo menos US$ 1 bilhão de faturamento anual. Segundo a maioria dos entrevistados, o principal desafio nos próximos dois anos será passar de decisões baseadas na análise dos segmentos de grandes clientes para o uso de decisões a partir de microsegmentos e até mesmo segmentos individuais. Para chegar a este objetivo, são necessárias novas técnicas de análise e de automação de tomada de decisões.

Mais da metade das empresas que participaram do estudo disse que leva pelo menos três meses para mudar seus processos e sistemas operacionais e adaptar-se ao feedback do cliente. Da mesma forma, apenas 20% das empresas são capazes de enviar mensagens individualizadas para seus clientes. Por isso, as companhias estão priorizando tecnologias de automação de decisão que lhe permitam reagir rapidamente às mudanças de vida do cliente (como estado civil, mudança de emprego, nascimento de filhos, por exemplo) para realizar estratégias adaptadas à situação pessoal de cada consumidor e aumentar a rentabilidade.

Metade dos entrevistados já estão investindo em tecnologia para automação de decisões, enquanto 48% espera adotar alguma tecnologia deste tipo nos próximos 12 meses. O estudo também mostrou um aumento do investimento em ferramentas para modelagem e modelos analíticos (94% das empresas irão adotá-las nos próximos 12 meses), decisões de otimização (88% disse que as adotará ao longo do ano) e análise preditiva (86%).

De acordo com estes investimentos, 60% das empresas acreditam que em 2015 as organizações farão pelo menos uma revisão mensal em seus procedimentos operacionais e sistemas para incorporar novos insights sobre a análise de seus consumidores. A pesquisa também mostrou que, em 2015, 84% das companhias participantes planejam usar análise de dados para informar pelo menos metade das suas decisões e outra metade planeja encaminhar mensagens para consumidores individualmente.

O estudo foi realizado entre julho e agosto de 2012, com 266 empresas de diferentes setores (tecnologia, varejo, seguros, bancos, saúde) para avaliar os desafios das empresas no uso da tecnologia para melhorar o relacionamento com seus clientes. Os participantes são pessoas que tomam decisões nas áreas de eBusiness, eCommerce, gerenciamento de dados, inteligência de negócios, experiência do cliente, Marketing, desenvolvimento e aplicação ou tarefas executivas.

Sobre a FICO
A FICO (NYSE: FICO) oferece soluções de análises preditivas de alta qualidade que conduzem a decisões mais inteligentes. O uso da matemática para prever o comportamento do consumidor tem transformado indústrias inteiras e revolucionou a forma como é gerenciado o risco e como são comercializados os produtos. As soluções inovadoras da FICO ajudam a medir o risco de crédito, a gerenciar contas de crédito, identificando e minimizando o impacto das fraudes, e a personalizar as ofertas de consumo com uma precisão milimétrica. A maioria dos grandes bancos do mundo, bem como as principais seguradoras, o comércio varejista, as empresas farmacêuticas e os organismos públicos confiam nas soluções da FICO para acelerar o crescimento, controlar os riscos, aumentar os benefícios e cumprir com as normas de regulamentação e compliance. FICO: Make every decision count™.

Para informações, notícias ou recursos à imprensa sobre a FICO acesse www.fico.com/news.

Declarações da FICO referentes a informações com caráter de projeção
Exceto pelas informações históricas aqui contidas, as declarações deste comunicado de imprensa que dizem respeito à FICO ou a seus negócios têm caráter de projeção dentro do significado de "safe harbor" pela lei dos Estados Unidos denominada Private Securities Litigation Reform Act de 1995. Estas declarações projecionais estão sujeitas a riscos e incertezas que podem fazer com que os resultados reais difiram substancialmente, incluindo o sucesso de sua estratégia de Gestão de Decisões e de sua iniciativa de reestruturação, a manutenção das relações existentes e sua capacidade de continuar desenvolvendo novos e aprimorados produtos e serviços, sua capacidade de recrutar e reter profissionais competentes tanto na área técnica como administrativa, a concorrência, mudanças na legislação referente à utilização de crédito ao consumidor e de outros dados, a não-realização dos benefícios decorrentes de aquisições, a continuação de ocorrências consideravelmente adversas nas condições econômicas mundiais, bem como outros riscos descritos, de tempos em tempos, nos relatórios registrados pela FICO na Comissão de Valores Mobiliários e Câmbio dos Estados Unidos (SEC), inclusive em seu Relatório Anual, preenchido no formulário 10-K para o ano encerrado em 30 de setembro de 2012 e seu último relatório trimestral no formulário 10-Q para o período terminado em 31 de dezembro de 2012. Se algum destes riscos ou incertezas se concretizar, os resultados da FICO podem diferir materialmente das suas expectativas. A FICO não assume nenhuma intenção ou obrigação de atualizar estas declarações com caráter de projeção.
FICO e "Make every decision count" são marcas ou marcas registradas de Fair Isaac Corporation nos Estados Unidos e em outros países.

Request Information

Have a question or need help finding a solution?

Request information

1-888-342-6336

| Global Contacts ›